goldenloki DATABASE

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 03/10/2018

FACEBOOK / INSTAGRAM / BANDCAMP / SPOTIFY

A goldenloki surgiu em 2015 no Pacaembu, bairro da região central de São Paulo. Diferente de outras bandas da famigerada onda neo-psicodélica, as (três!) guitarras não têm os dinossauros dos anos 60 e 70 entre suas principais influências. Faixas como NODRAMA progridem sem que riffs ou dedilhados assumam protagonismo, conectando o quinteto a uma linhagem que começa com Velvet Underground, passa por Sonic Youth e Stereolab até chegar a nomes contemporâneos como Ulrika Spacek e Peel Dream Magazine. Essa linguagem permite momentos de simplicidade que remetem às palhetadas para baixo dos Strokes e, quando insiste na repetição, pavimenta excursões rumo ao krautrock.

O debute Largado na Existência foi lançado em 2017 pelos selos Cavaca e Valente Records. Retratando tentativas de introspecção e o amadurecimento pessoal dos integrantes, que ainda estão na casa dos vinte e poucos anos, o disco é recomendado para fãs de DIIV, Boogarins, Can e Ultimate Painting. A discografia também conta com o split Creme ao lado do trio carioca Oruã e o EP Muda, além de participações em coletâneas, incluindo uma lançada em agosto de 2018 pela LATAM, selo subsidiário da Burger Records voltado para a América Latina.

Presença recorrente nos palcos de SP, a goldenloki já tocou na festa XXXBórnia, na Casa do Mancha e em uma das noites do evento Centro do Rock, quando se apresentou para uma plateia lotada no CCSP. Também já passaram por picos clássicos do Rio de Janeiro, como Aparelho e Escritório. Quando não estão na estrada, os goldenlokis ficam enfurnados no estúdio Mameloki, onde gravam discos e eventualmente produzem shows.

A banda é formada por Otto Dardenne (voz e guitarra), Chris Kuntz (guitarra), Yann Dardenne (baixo e voz), Thales Castanheira (guitarra) e Leo Arruda (bateria). Thales e os irmãos Dardenne também tocam na Gumes (www.database.fm/gumes)


Texto por Eduardo Bento. O autor é único responsável pelo conteúdo. Qualquer reprodução deve citar o DATABASE.FM como fonte. Assim como a maioria das páginas do site, esta biografia está sempre em construção. Primeira postagem em 03 de outubro de 2018.